25/03/2020

Aleitamento materno em tempos de Coronavírus

De acordo com um estudo recente, até o momento não há registro de transmissão do Coronavírus durante a gestação, no período neonatal ou pela amamentação da mãe para o bebê.

Assim, recomenda-se que as mães continuam amamentando normalmente. Em caso de mães infectadas pelo Coronavírus que desejam continuar amamentando, as medidas preventivas necessárias são:

– Lavar as mãos antes de tocar no bebê na hora da mamada;

– Usar máscara facial durante a amamentação.

A amamentação continuada tem o potencial de transmitir anticorpos maternos protetores ao bebê através do leite materno.

No caso da mãe infectada pelo Coronavírus não se sentir à vontade para amamentar diretamente a criança, ela poderá extrair o seu leite manualmente ou usar bombas de extração láctea (com higiene adequada) e um cuidador saudável poderá oferecer o leite ao bebê por copinho, xícara ou colher (desde que esse cuidador conheça a técnica correta de uso desses utensílios).

Assim, até o momento, é favorável à manutenção da amamentação em mães

portadoras do COVID-19 (se for o desejo das mesmas). As principais publicações nesse tema, até então indicam que, como em várias outras viroses, os benefícios da amamentação superam os riscos de transmissão do COVID-19.

Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria. Nota de Alerta: o aleitamento materno nos tempos de COVID-19. N. 9, março, 2020.

Enfermeira Patrícia Furukawa
COREN: 118748

POR Patrícia Furukawa Enfermagem
COREN: 118748