17/07/2018

Laserterapia no auxílio à amamentação

É comum, nos primeiros dias após o parto, a mulher sentir dor discreta ou mesmo moderada nos mamilos no começo das mamadas, devido à forte sucção deles e da aréola.

Porém, se essa dor persiste além da primeira semana e os mamilos apresentam-se machucados, isso não é normal e requer intervenção.

A causa mais comum de dor para amamentar se deve a lesões nos mamilos por posicionamento e pega do bebê incorretos.

Por vezes, isso pode ser tratado com o manejo adequado que envolve: correção da pega e posição, exposição solar das mamas e proteção dos mamilos eliminando o contato da área machucada com a roupa, dentre outros cuidados.

Outras causas incluem mamilos curtos, planos ou invertidos, disfunções orais na criança, freio de língua excessivamente curto, sucção não nutritiva prolongada, uso impróprio de bombas de extração de leite, interrupção inadequada da sucção da criança quando for necessário retirá-la do peito, uso de cremes e óleos que causam reações alérgicas nos mamilos, uso de protetores de mamilo (intermediários) e exposição prolongada a forros úmidos.

Nos casos que a dor é intensa e a cicatrização demora devido a extensão dos machucados (traumas mamilares) comprometendo a amamentação, as mães podem recorrer ao tratamento com laser.

A laserterapia que envolve o uso de ondas eletromagnéticas de baixa potência para fins terapêuticos possui ações anti-inflamatórias, analgésicas e cicatrizantes cientificamente comprovadas que auxiliam no tratamento de traumas mamilares sem efeitos nocivos à saúde da mulher ou do bebê.

É um tratamento não medicamentoso, não invasivo, sem efeitos colaterais e indolor.

O tempo de aplicação do laser é rápido feito em poucos minutos.

O tratamento pode envolver uma ou mais aplicações dependendo de cada caso. A resposta da dor por vezes é imediata e da cicatrização entre 24 e 48 horas.

O serviço de Consultoria em Amamentação da Amare Pediatria Especializada conta com esta opção de tratamento que pode ser realizado no domicílio ou na clínica após avaliação das nossas enfermeiras.

É importante buscar profissionais capacitados para o atendimento de laserterapia mamilar. As doses são específicas para cada caso e o uso incorreto pode comprometer o efeito desejado e o auxílio a amamentação.

Dra. Patrícia de O. Furukawa
Enfermeira – Coren/PR: 118748

Joeci Coelho
Enfermeira – COREN/PR: 80226

POR Patrícia Furukawa Enfermagem
COREN: 118748
Compartilhar